0

UAI! O QUE LULA TEM QUE AÉCIO NÃO TEM?

OU SERÁ QUE É O QUE AÉCIO NEVES TEM QUE LULA NÃO TEM?

Se alguém quiser achar que estou defendendo Aécio Neves, não estou. Mas estou.

Não estou defendendo a figura pessoal e política de Aécio, que, por mim, tem que pagar pelos crimes. É corrupto e sabe que só consegue se defender nos tribunais, porque perante o público não tem defesa. Mas qual crime ele cometeu a mais ou mais grave do que Lula?

O rigor do tratamento com o senador cruzeirense destoa do tratamento dado a Renan Calheiros, por exemplo, com 18 inquéritos. Ou o tratamento dispensado a Romero Jucá, que tem 16 inquéritos. Ou até Gleisi Hoffmann, que tem apenas dois inquéritos, mas já é ré nos dois.

Aécio responde 6 inquéritos, mas não é réu em nenhum. E exceto a explicitude da gravação na qual ele aparece pedindo dinheiro para Joesley Batista, não há nada nos inquéritos contra ele que sejam de característica diversa ou mais grave que outros. Inclusive o teor é muito menos gravoso do que a gravação do presidente da república que se mantém conivente com escancarada confissão de compra de procuradores da república e juízes.

Renan foi gravado, Jucá foi gravado, Sarney foi gravado, e sabe-se mais que gravações podem surgir ainda nessa história.

Processos que correm em segredo de justiça cometem a injustiça do segredo. Se há um processo, uma ação movida pelo ministério público, tirando os detalhes que possam prejudicar uma investigação, tem que se tornar público. Nunca vi processo de pobre correr em segredo de justiça. Assim como nunca vi ninguém, nem os direitos humanos, solicitando que não se filme ou fotografe um meliante comum durante sua prisão.

Segredo de justiça é sinônimo de falta de transparência, e o que não é feito às vistas de todos, especialmente no Brasil de hoje, deve ser ilegal, imoral ou engorda.

A prosopopeia no Senado começou desde o fim da sessão da primeira turma do STF que mandou Aécio para casa. Renan Calheiros deve estar repetindo, ouvido por ouvido, o que disse no dia em que os senadores autorizaram a prisão do então colega Delcídio do Amaral: estamos abrindo um precedente perigoso! Era uma profecia.

É injusto que Aécio Neves fique afastado e preso enquanto Lula está próximo e solto, promovendo obstruções não apenas à justiça, mas como ao próprio processo de cura pelo qual o Brasil precisa urgentemente passar para finalmente seguir em frente.

É injusto que restrinjam os direitos e a liberdade de Aécio e Michel Temer, às custas de liberações antecipadas de emendas impositivas (são obrigatórias, mas não precisam ser pagas a baciada como está sendo feito para barrar as duas denúncias) engavete toda e qualquer ação contra si na Câmara dos Deputados, e faz isso com o nosso dinheiro. A primeira denúncia custou quase 5 bilhões aos cofres públicos.

Mas é injusto também que o ex-governador mineiro continue comandando sua quadrilha às custas do nosso dinheiro, como é injusto que praticamente todos eles continuem exercendo cargos e fazendo leis, dando literalidade ao ditado que diz que colocaram o bandido para tomar conta do cofre. E está tomando. Estão tomando.

Aécio Neves não merece ficar afastado do senado e ter seu direito de circulação suprimido durante a noite. Aécio Neves merece mesmo é ser preso, e pagar como todo cidadão que comete crimes paga, atrás das grades, em regime fechado. Só que todos os outros merecem, e alguns merecem muito há muito tempo.

Já dizia Blaise Pascal na França dos anos 1600 “Não sendo possível fazer-se com que aquilo que é justo seja forte, faz-se com que o que é forte seja justo.”

HS Naddeo

Brasileiro escrivinhador de ofício, palpiteiro, cheio de opinião, jornalista, publicitário, administrador, marketeiro, anti-petista, anti-corrupção e anti-burrice.