0

TEM DEDO DO LULA NISSO TUDO. E NÃO É O PERDIDO

Em 2008, quando viu que os EUA quebrariam sozinhos, George W. Bush fez o seguinte, quebrou o mundo. “Vou mas não vou sozinho.”

A delação da JBS é uma das últimas cartadas de Lula para tentar derrubar todo mundo com ele, porque sua derrota é inevitável.

Isso não ameniza, justifica ou desculpa Aécio Neves e Michel Temer de fazerem parte da mesma geração de bandidos de Lula, mas em facções rivais. É a briga pelo tráfico de influência, leis, emendas, medidas provisórias, perdões de dívidas, empréstimos estatais, favores… E propina, claro. Muita propina.

Os irmãos JBS são dois canalhas – editados ou não – que pelos dólares comprados no dia da crise mostram-se pelo menos coerentes: são bandidos e canalhas que se aproveitam de qualquer oportunidade para ganhar dinheiro fácil.

Lula pensa na possibilidade de eleições diretas por emenda constitucional (como se pudesse realmente ser eleito), ou delira com a hipótese do MST invadir o Brasil e levá-lo para Brasiíla nos braços.

Sem essas duas hipóteses, só sobrará Curitiba. A pé, se ele estiver disposto a cumprir a promessa.

HS Naddeo

Brasileiro escrivinhador de ofício, palpiteiro, cheio de opinião, jornalista, publicitário, administrador, marketeiro, anti-petista, anti-corrupção e anti-burrice.