0

Segundo turno sem Bolsonaro é fraude. E já estão tentando preparar.

Segundo turno sem Bolsonaro é fraude. E já estão tentando preparar.A ideia inicial era de que Jair Bolsonaro não estaria no segundo turno por impossibilidade “encarnativa”. Se tivesse morrido, tal qual acontecerá com Lula, seu nome não estaria na urna nem como homenagem póstuma. Mas não deu certo. Aos trancos e barrancos, com a própria merda exposta, o presidenciável do PSL passará para o mata-mata eleitoral mesmo que não saia do hospital para fazer campanha.

Mas não é isso que querem que você acredite. Dirigentes de partidos, marqueteiros de campanha dos adversários, imprensa, pesquisas 100% desconfiáveis, todos têm suas versões de segundo turno. A moda agora é dizer que Jair Bolsonaro nem chegará lá.

Lula disse aos seus asnos encantados que ele não é mais ele, mas é uma ideia. E eu digo que Bolsonaro não é mais Bolsonaro, mas a chave para que o Brasil não seja novamente vítima da péssima ideia que são Lula e seus esquerdopatas amestrados.

Os institutos de pesquisa projetam cenários interessantes, nos quais Bolsonaro está disparado na frente no primeiro turno, mas perdendo de todos no segundo turno. Alguns dizem que Haddad já passou Ciro. Outros dizem que o segundo turno será entre Ciro e Alckmin. Há até quem aposte em segundo turno entre Alckmin e Haddad, e há também quem por efeito de alucinação veja uma disputa entre Ciro e Marina Silva. E sabem por que? Porque quando se encomenda a pesquisa, encomenda-se junto o resultado.

Pesquisas fraudam a verdade, marqueteiros enfeitam a fraude, dirigentes de partidos, assessores e a imprensa vendem as ilusões e muitas pessoas acreditam no que não existe e se deixam levar. E é exatamente por isso que eles continuam fraudando. É realmente difícil que o povo mais simples não seja impactado por tantas mentiras.

Não teremos voto impresso, que na minha opinião não mudaria absolutamente nada na hipótese de fraude em urnas eletrônicas. Mas temos um grau de indignação jamais antes visto nesse país, e que não se conformará com um resultado que não leve Jair Bolsonaro ao segundo turno das eleições.

Aliás, é bom lembrar que o voto impresso não significa que o eleitor vá levar seu comprovante para casa. O registro do voto ficará impresso numa bobina de papel que fica dentro da máquina, igual ao que acontece na caixa registradora a do supermercado. Portanto, quem frauda urna frauda também o rolo de papel.

As pesquisas e falas de todos esses políticos são nada mais nada menos do que a preparação de uma fraude. A construção da ideia de que Jair Bolsonaro não vai para o segundo turno, de maneira que não cause espanto se na hora da apuração ele ficar em terceiro ou quarto lugar. Todos esses discursos são uma tentativa vergonhosa de fraudar as mentes das pessoas, incutindo informações falsas, através de pesquisas maquiadas e resultados encomendados e discursos de políticos e marqueteiros.

Deram uma facada em Jair Bolsonaro, agora estão esquartejando a verdade. O povo brasileiro, eleitor de Jair Bolsonaro ou não, mas brasileiro, que tem amor a esse país, não pode mais aceitar isso impassível. É responsabilidade de todos impedir que essas mentiras se espalhem, e uma boa forma de fazer isso é esclarecendo as pessoas que demonstram pouco conhecimento sobre aquilo que pensam e afirmam.

Li hoje no Twitter, infelizmente não lembro de quem, um raciocínio tão básico como interessante, que vale a pena a gente pensar e propagar. Segundo a pesquisa que melhor coloca Jair Bolsonaro no cenário eleitoral ele tem 26% das intenções de voto. Se cada eleitor desses convencer uma única pessoa a também votar no capitão ele passa para 52% das intenções. E é eleito no primeiro turno. Isso sim é um voto útil.

Você pode gostar de ler também

Dias Tóffoli assume hoje. Ninguém representa o STF melhor do que ele.

HS Naddeo

Brasileiro escrivinhador de ofício, palpiteiro, cheio de opinião, jornalista, publicitário, administrador, marketeiro, anti-petista, anti-corrupção e anti-burrice.