0

Nesta quarta-feira, Lula é o único que pode salvar o STF

Amanhã só Lula poderá salvar o STFAs 14 horas de amanhã, os ministros do STF tomarão seus assentos, provavelmente todos eles, preparados para encenar um drama.

Há quem diga que todos os movimentos e não movimentos dos bastidores visam revogar a decisão que permite o início do cumprimento da pena após condenação em segunda instância. Mas todo mundo sabe que a verdade que vale mesmo é que o objetivo é livrar Lula da prisão.

E todo mundo sabe, também, que se essa decisão for revista, outros personagens ilustres como Zé Dirceu, Geddel Vieira Lima, Antônio Palocci, João Vaccari Neto, entre outros. E, acreditem, Eduardo Cunha e Sérgio Cabral, esse segundo já condenado em primeira instância a 100 anos de cadeia.

Decisão revertida, também ficam livres eternamente personagens como Michel Temer, Eliseu Padilha, Moreira Franco, Renan Calheiros, Roméro Jucá, Aécio Neves, José Serra, José Sarney, Gleisi Hoffmann, Lindbergh Farias, Dilma Rousseff, José Sérgio Gabrielli, Guido Mantega, Edinho Silva…

Ninguém será preso, porque até o ano “2070” nenhum deles será julgado pelo STJ, porque a partir de “ideia brilhante” de Dias Tóffoli, é para lá que tentarão mandar o início do cumprimento de pena.

Pensemos nos benefícios disso. Quem está preso fica solto. Quem está solto não será preso. E quem tem mandato já não precisa mais ter receio de ficar sem foro privilegiado, aliás muito pelo contrário. Um senador que não tenha seu caso julgado pelo STF esse ano e fique sem mandato no próximo ano, terá seu caso remetido ao juizado de primeiro grau. Por mais avançado que esteja seu processo (e sabemos que um ou outro estaria) ao cair na justiça de primeiro grau, se condenado recorrerá a segunda instância, e se condenado recorrerá ao STJ e só a partir daí poderia ser preso.

Acho que não é novidade para ninguém que as manobras protelatórias, que já vimos serem fartamente usadas pela maioria dos advogados de encrencados com a Lava Jato, fazem milagres, principalmente no STF. Eu apostaria quem em pelo menos 5 anos ninguém será tocado a ponto de ser preso.

Quando entrarem no plenário do STF amanhã, os 11 ministros estarão prontos para mais um capítulo da novela STF versus Lava Jato, cujos atores sabem mais ou menos o que pode ocorrer, mas não sabem exatamente o que está escrito na fala do outro.

O que o Brasil espera é que seja mais uma sessão repleta de egos pulando das cadeiras amarelas, entoando falas e esboçando gestos como se segurassem suas togas nos braços, como faziam os senadores romanos à sua época. Palavras rebuscadas, em latim o máximo de vezes o possível, apartes parabenizatórios que parabenizam os apartes parabenizatórios já dados por um colega anteriormente, autoelogios, hora do lanchinho as 16:00 me ponto, mais duas horas de palavrório, e as 18:00hs, quase em ponto, saírem de cena felizes por mais um dia de discussões exaustivas que acabaram por proibir os cigarros saborizados.

Entretanto, podemos ter um script diferente, onde dos ministros, de preferência muito respeitado pelos colegas, pode tirar uma cartola de dentro de um coelho, e colocar “em mesa” (é assim que eles chamam uma cilada para Cármen Lúcia) uma medida que obrigue que a discussão sobre a prisão após segunda instância seja discutida à fórceps. E seja o que Deus quiser.

Ainda que os tantos benefícios e beneficiados citados no primeiro e segundo parágrafos justificassem o estranho interesse dos ministros do STF, a questão que realmente fundamenta isso é o porquê disso. E mesmo que pensemos que seja só para preservar o sistema corrupto endêmico abundante e tradicional no qual vive nossa república, muito provavelmente essa questão não estará devidamente respondida.

Penso, então, que a verdadeira resposta do tal porquê está exatamente no título desse artigo.

Não é o STF que pode salvar Lula da cadeia. É Lula que pode salvar o STF do escândalo de alguns ministros terem seus nomes diretamente envolvidos com a corrupção, tenha sido ganhando dinheiro, recebendo favores, fazendo vistas grossas ou protegendo pessoas. E quem já avisou que fará isso se for preso é Luis Inácio Lula da Silva.

A leitura que faço do fato é que a corrida de “meia dúzia de três ou quatro” ministros não é para salvar Lula. É nitidamente para se salvar mesmo.

Gilmar Mendes. Esse nome deveria ser respeitado por todos.

HS Naddeo

Brasileiro escrivinhador de ofício, palpiteiro, cheio de opinião, jornalista, publicitário, administrador, marketeiro, anti-petista, anti-corrupção e anti-burrice.