0

MAIS UM AUMENTO NO PREÇO DA GASOLINA -10% EM UM MÊS

MAIS UM AUMENTO NA ARRECADAÇÃO DE IMPOSTOS SOBRE COMBUSTÍVEIS. QUAL É A GOTA QUE AINDA FALTA?

A conta é simples. O Governo precisa de dinheiro e não tem como ficar aumentando impostos. Então, em 20 de julho aumentou os impostos sobre combustíveis, PIS/COFINS, passando a arrecadar mais sobre o consumo.

Segundo notícia do Estadão “Nos cálculos da área técnica do governo, cada R$ 0,01 de aumento na alíquota do PIS/Cofins sobre a gasolina resulta em uma arrecadação anual de R$ 440 milhões. No caso do diesel, a receita é de R$ 530 milhões.”

Traduzindo: como não pode aumentar impostos, aumenta o preço da gasolina e acaba dando no mesmo. Ou seja, você está dando mais dinheiro para o governo, queira ou não. E como todo mundo está cansado de saber, o aumento do combustível impacta no preço de praticamente tudo, e esse tudo todo gera mais impostos para o governo. É só uma equação matemática na qual para o povo não sobra nem o resto, muito menos o resultado.

Como você viu, o mísero aumento de R$ 0,01 gera milhões. Devia se chamar Imposto Conta Gotas, porque é dessa forma que esse dinheiro vai saindo do bolso de todo brasileiro, motorizado ou não. E não demora empresas de ônibus solicitar aumento de passagem para as respectivas prefeituras.

O governo não está de olho em todas as maneiras de arrecadar dinheiro, e o mês de agosto a indústria automobilística – sempre ela – teve crescimento animador, de modo que mais automóveis foram vendidos e mais combustível será gasto e mais imposto será arrecadado. E esse ciclo nunca terá fim.

O brasileiro é apaixonado por carro, vai de carro para todos os lados porque gosta e porque na maioria das cidades o transporte coletivo não atende eficientemente as demandas da população. E é inseguro, porque o Brasil é inseguro. E é caro, porque tudo no Brasil é caro.

Parece que no copo do povo brasileiro a indignação não transborda nunca.

Matéria Estadão 20/07/2016

No Ponto Do Fato