0

É bom que Lula saiba. Não é somente pelos nove processos.

 Tanto quanto seus crimes, o que o brasileiro não tolera mais é a arrogância de Lula.

É bom que Lula saiba. Não é somente pelos nove processos.

Lula surgiu arrogante num momento do Brasil onde isso poderia custar muito caro, especialmente para alguém que se posicionava contra o regime. Mas ele não fazia isso porque podia. Era estimulado a fazer. Uma maneira marqueteira de ganhar a credibilidade da massa de metalúrgicos do ABC e o pôde de representá-los junto aos patrões, mesmo que, de fato, acontecesse exatamente o contrário.

A liderança de Lula é nata, mas a estratégia que o levou a ser duas vezes presidente do Brasil não foi sequer imaginada por ele um dia. Descoberto o líder, grupos de pessoas que (mesmo para o mal) tinham inteligência, usaram o barbudo falastrão para atingir seus objetivos. E entre esses grupos havia militares, Polícia Federal, a igreja católica e os comunistas que ficaram quietos por muito tempo.

Sua insatisfação pode gerar resultados. Crie um Blog agora mesmo!
Quero mais informações, ou para começar agora, clique aqui.

Ninguém fazia as bravatas que Lula fazia naquele tempo. Nem Brizola, que era uma voz contra o regime que impunha respeito, e de quem os militares tinham realmente medo. O que se provou um equívoco mais para frente. Brizola tinha perdido o bonde da história. Mas talvez tenha sido ele a pessoa que melhor percebeu Lula antes da maioria. Os dois vídeos abaixo são imperdíveis.

Lula tinha ligações com o General Golbery do Couto e Silva, que era chefe da casa civil do governo Figueiredo. Era informante da Polícia Federal, ligado ao falecido ex-senador Romeu Tuma, que na época era o superintendente da PF. Lula não negociava greves com os patrões, mas com os trabalhadores, pois ele era pago para convencer os trabalhadores a aceitar um acordo e fazia todo o jogo de cena para que isso parecesse verdadeiro. E dava certo.

Lula é uma mentira que passou a acreditar em si mesma. Ele nunca soube seu verdadeiro poder, porque tudo foi dado a ele de alguma maneira. Sua própria ascensão ao sindicato dos metalúrgicos é precedida de mortes estranhas, tanto quando foi a morte de Celso Daniel e do Toninho do PT.

Lula mentia, mente e continuará mentindo, porque fizeram ele acreditar que é algo diferente do que Brizola disse nos vídeos, mas não é.

O povo brasileiro não merece mais ser enganado por Lula, e penso que já não se permite mais enganar, nem com pesquisas que contrariam o senso comum, nem com caravanas recheadas de seguranças, sindicalistas e membros de movimentos sociais como MST e MTST.

A arrogância de Lula, tanto quanto seus crimes, não perdoa sequer sua família, todos envolvidos num emaranhado de crimes e ligações perigosas, mas menos ainda perdoa a memória da mulher que ficou por mais de 47 anos ao seu lado, debitando a ela culpas e responsabilidades como se a cumplicidade entre ambos se desse apenas em torno do matrimônio, jamais do patrimônio.

Lula é imperdoável, tanto pelo que fez ao Brasil, como pelo que continua fazendo ao “invadir” a vida de pessoas simples pelo interior do Brasil disparando bravatas que disseminam mentiras e ódio em pessoas que precisam acreditar em alguma coisa para continuar suportando a dura realidade da pobreza no Brasil. Isso não é justo.

Não, não é apenas pelos nove processos. É pelos anos todos que o PT esteve no poder. É pelos crimes. É pela mentira chamada Dilma Rousseff. E especialmente pela arrogância que continua a ser solapada nas nossas caras diariamente.

Ainda veremos Lula preso. E nesse momento ele não vai ver o sorriso estampado no rosto do Brasil. Mas vão contar para ele.

E se o nome disso não é arrogância, qual é?

Leia também

Essa discussão de direita e esquerda é, talvez, a maior das falcatruas intelectuais do nosso tempo.

Tanto quanto o Estado Democrático de Direito, precisamos de um Estado democrático direito.

 

HS Naddeo

Brasileiro escrivinhador de ofício, palpiteiro, cheio de opinião, jornalista, publicitário, administrador, marketeiro, anti-petista, anti-corrupção e anti-burrice.