0

Não dá para não falar de Lula e José Dirceu

Não dá para não falar de Lula e José DirceuA liberdade de José Dirceu, preso pelo mensalão e já condenado em segunda instância pela Lava Jato, é provavelmente o maior exemplo da impunidade nesse país, da qual Lula também esperar se aproveitar.

Falemos de Lula. O bafafá em torno da marcação do julgamento de Lula seria o mesmo em qualquer momento. Fosse Março, Junho, Setembro. O problema não é a data, mas acontecer o julgamento. E não só nós, mas ele mesmo e seus comparsas esperam o mesmo veredito de culpado, que todo mundo sabe que ele é.

Será preso? Não sei, e muitas vezes nem acredito nisso. Muitos são os ritos e instrumentos que podem levar essa decisão bem para frente, além de que, mesmo sem instrumentos “honestos” o STF possa dar uma ajudinha mudando a jurisprudência, ou o Congresso Nacional aprovando e enchendo de penduricalhos como a criação de foro privilegiado para ex-presidentes.

O projeto do senador Álvaro Dias já veio do senado com a impossibilidade de prisão após segunda instância, ou seja, se assim aprovado, ninguém será preso até o último recurso possível. E para ajudar, na reunião da Unasul, Michel Temer falou sobre a criação de um tribunal da Unasul, apontando o mesmo como um tribunal revisor, uma última instância a quem se poderia recorrer antes de uma condenação definitiva.

As caravanas de Lula Pelo Brasil poderiam e deveriam ser chamadas de Caravanas do Ódio Pelo Brasil. O petista destilou ódio por onde passou, incitou o ódio, a revolta. Rebaixou o sistema judiciário a manual de instrução, daqueles que vem com eletroeletrônicos, geladeiras, máquinas de lavar, e que a maioria das pessoas ignoram.

Lula precisa ser parado, calado, caso contrário, o enfrentamento em 2018 pode não ficar apenas na retórica do morto-vivo. O “exército do Stédile” só está esperando a senha. E, talvez, a senha tenha sido dada.

A declaração de José Dirceu, convocando uma revolução em Porto Alegre no dia do julgamento de Lula não é retórica. O protagonista de sambinha de fim de semana deveria estar preso, calado. Ele é reincidente, esteve preso pelo mesmo tipo de crime que foi novamente condenado. Por que? Estão esperando o STF mudar a jurisprudência antes de prendê-lo? Ou estão com medo de ser desmoralizados pelo mesmo STF com algum habeas corpus de ofício?

José Dirceu é bandido. Pode não ser o líder, o chefe, mas se não for o mentor intelectual de todos os crimes cometidos contra a administração pública e estatais, é um dos principais. Participante ativo de tudo de ruim que vemos nesse país desde 1964, foi um dos responsáveis por desencadear o movimento que levou a decretação do AI5 pelo regime militar, quando soltava bombas, sequestrava embaixadores e roubava bancos.

Não há muito o que esperar de bom no clima político em 2018. Penso que o nível será ainda mais baixo do que foi em 2014. Poucos não terão telhado de vidro, mas mesmo assim as pedras virão de todos os lados, e salve-se quem puder.

José Dirceu tem que ser preso. Lula tem que ser condenado. Todos têm que ser condenados e presos pelo que fizeram, não importa o partido, não importa o cargo, não importa a lista de bons serviços prestados ao país um dia.

Ninguém quer viver “numa Venezuela”. Mas parece que só quando começar a faltar papel higiênico as pessoas entenderão o que realmente se passa nesse país.

Leia também

Prisão após segunda instância ou prisão à segura distância?

Luiz Inácio Lula da Silva. Não poderemos mais ter eleições no Brasil sem ele?

HS Naddeo

Brasileiro escrivinhador de ofício, palpiteiro, cheio de opinião, jornalista, publicitário, administrador, marketeiro, anti-petista, anti-corrupção e anti-burrice.