0

Podem se preparar. Lula, condenado pelo TRF4, vai fugir do Brasil

Podem se preparar. Lula, condenado pelo TRF4, vai fugir do BrasilO enredo está sendo escrito e desenvolvido há meses. A última cena será no TRF4.

O PT emitiu nota na data de hoje, 05 de janeiro de 2018, dizendo que a Lava Jato está sendo conduzia de fora do país, como se fosse um movimento orquestrado pela extrema direita internacional, e usando para isso o acordo de US$ 3 bilhões que a Petrobrás fechou em Nova York para encerrar a ação movida pelos investidores americanos que foram roubados pelo PT.

Para engrossar a pressão em cima do TRF4, entidades sindicais internacionais também emitiram notas e deram depoimentos para a CUT se solidarizando com Lula e tentando reforçar a ideia de que ele está sendo perseguido pela justiça para não participar das eleições de 2018.

Toda a narrativa construída em torno dos processos que envolvem Lula, da 10ª Vara de Curitiba ao TRF4 em Porto Alegre, tentam desconstruir a ideia de que a Lava Jato trata de combate à corrupção, atribuindo a ela uma ação de perseguição política e de destruição do Brasil, como se fossem a justiça, o Ministério Público e a Polícia Federal os responsáveis pela grave crise econômica que arrebentou o Brasil.

O esquema de corrupção revelado pela Lava Jato, apoiado por centenas, se não milhares, de provas e delações de quem pagou, dizendo para quem e como pagou, esclarecendo onde o dinheiro foi pago e gasto, não pode deixar dúvidas exceto em quem tem caráter duvidoso, o que, coincidência ou não, é comum à maioria dos petistas e partidos que apoiaram tudo isso, incluindo o, agora, de novo, MDB, do atual presidente da república, também denunciado por corrupção.

O que Lula e seus discípulos querem é convencer a opinião pública de que a condenação do TRF4, que parece certa, é a cartada final para tirar Lula do processo eleitoral, ao qual, no mínimo por bom senso, ele não deveria querer nem participar. E, sendo condenado, o máximo que o pajé petista conseguirá é ganhar tempo com embargos infringentes. E esse tempo pode ser curto se a condenação se der por 3 a 0, ou se alongar por meses a fio se a condenação for por um placar de 2 a 1. Mas dificilmente a sentença será revertida por algum tribunal superior, o que levará Lula para a cadeia.

Então para que correr o risco de ser preso?

Com a história da carochinha sendo vendida para a população que ainda vê em Lula o “pai do Brasil”, uma fuga com obtenção de asilo político em alguma republiqueta ou ditadura amiga, além de deixá-lo longe da prisão ainda lhe dá a opção de posar de vítima e ficar enchendo o saco à distância. Mas, mais do que isso, uma fuga dessas dará a Lula uma oportunidade que ele não está tendo mais no Brasil, que é usufruir do dinheiro que surrupiou dos cofres públicos.

Senhores desembargadores do TRF4, um conselho. Seja qual for o placar da condenação de Lula, tirem-lhe os passaportes, ainda que isso não seja suficiente para que ele fuja, até sem barba e vestido de freira se necessário, até a nado pelo Rio Paraná se for a solução.

Mas, o que, na minha opinião, deve mesmo chamar a atenção do TRF4 é que Lula já informou uma viagem para a Etiópia, onde participará de um evento organizado pela FAO, Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação, na qual, convenhamos, ele não tem nada para falar.

E por que o TRF4 deve estar atento a essa viagem?

O certo e justo é Lula ter a prisão decretada pelo TRF4 no dia do julgamento, e o argumento da possibilidade de fuga é absolutamente plausível, pois tratar-se-á (Temer ficaria orgulhoso de mim) de clara possibilidade de fuga de um condenado em segunda instância e que é réu em mais 5 processos e investigado em outros inquéritos.

Tomara que os Desembargadores do TRF4 calem a minha boca.

Leia também

2017, o ano que só vai acabar em 30 de outubro de 2018

HS Naddeo

Brasileiro escrivinhador de ofício, palpiteiro, cheio de opinião, jornalista, publicitário, administrador, marketeiro, anti-petista, anti-corrupção e anti-burrice.