0

Se tudo de errado der certo, João Vaccari Neto do PT vai para casa dia 7 de novembro

Se tudo de errado der certo, João Vaccari Neto do PT vai para casa dia 7 de novembroO TRF4 já absolveu João Vaccari Neto em dois processos nos quais havia sido condenado pelo juiz Sérgio Moro. Um terceiro processo, que é o que o mantém preso preventivamente, será julgado no próximo dia 7 pelo trio que cuida da Lava Jato e que absolveu o mochileiro carregador de dinheiro sujo nos dois anteriores. A absolvição é rua para ele.

Nos dois processos anteriores João Vaccari Neto foi absolvido por falta de provas, apesar do excesso de delações, delatores, fatos, indícios, indicativos, narrativas, descrições e correlações entre isso tudo. Se for, será tal qual aconteceu com a chapa Dilma/Temer no TSE, absolvição por excesso de provas.

João Vaccari Neto é a corrupção em forma de gente e com mochila. Se há falta de provas contra ele é preciso que o novo Código de Processo Civil seja remendado para redefinir o que é e o que não é prova, pois, provem o contrário, está mais do que provado que elo da corrupção no PT com o empresariado é careca, barbudo e já tinha quebrado uma cooperativa dos bancários.

Não há o que dizer, não existem palavras ou defesas ou justificativas para que João Vaccari Neto seja solto, exceto a mais do que clara ação da justiça brasileira para salvar Lula e os demais políticos envolvidos com a Lava Jato. Em resumo, é a operação abafa Lava Jato, tão decantada por procuradores da república, delegados e juízes, inclusive Roberto Barroso do STF.

Tudo o que a Lava Jato caminhou até aqui será jogado na lata do lixo, mesmo que diversas condenações tenham sido sentenciadas e que meia dúzia de empresários tenham pago o pato. O fato é que querem salvar Lula, e livrar João Vaccari Neto é um grande ajuda nesse sentido, e uma derrota avassaladora para o juiz Sérgio Moro e, principalmente, para o povo brasileiro.

Está tudo acontecendo. A delação premiada de Antônio Palocci não é homologada não se sabe porquê. A revisão da prisão após condenação em segunda instância vem à pauta para breve. O julgamento do processo de foro privilegiado no STF apesar de liberado para ser pautado não é. A Câmara dos Deputados avança em direção da Lei de Abuso de Autoridade.

E aí você entra nas redes sociais e lê “não aceitamos mais isso”, “não deixaremos isso acontecer”, “não queremos mais isso e aquilo”, “vamos nos revoltar”, “não aguentamos mais”… e isso acontece a cada barbaridade prometida ou acontecida. E nada acontece. Tudo se aceita, tudo se deixa, tudo se engole querendo ou não, e acaba aguentando.

Mas, se soltarem João Vaccari Neto, o povo vai ser revoltar mesmo. E vai invadir as redes sociais informando mais uma vez que “não aceitamos mais isso”, “não deixaremos isso acontecer”, “não queremos mais isso e aquilo”, “vamos nos revoltar”, “não aguentamos mais”. Só que sim.

Leia também

Vem aí a re-re-revisão da prisão com condenação em Segunda Instância

Lula procura a luz no fim do túnel. Palocci enxergou o fim da linha.

 

HS Naddeo

Brasileiro escrivinhador de ofício, palpiteiro, cheio de opinião, jornalista, publicitário, administrador, marketeiro, anti-petista, anti-corrupção e anti-burrice.