0

Gilmar Mendes lidera ataque contra a Lava Jato. Vamos ficar olhando?

Gilmar Mendes lidera ataque contra a Lava Jato. Vamos ficar olhando?

Particularmente, sou fã de Star Wars. E parece que Gilmar Mendes também é. A diferença é que eu sempre torci para os Jedis, e ele, claramente, torce pelo império.

O retorno do recesso no STF foi também o retorno do retrocesso ao judiciário brasileiro. E não para meses, anos ou décadas atrás, mas para pelo menos um século e meio. Voltamos ao tempo do império. E Gilmar Mendes se considera o imperador.

Sua insatisfação pode gerar resultados. Crie um Blog agora mesmo!
Quero mais informações, ou para começar agora, clique aqui.

As decisões tomadas hoje pelo STF, através da caneta de Alexandre de Moraes, evidenciam que a defesa da corrupção e da impunidade são infinitamente maiores do que a defesa da Constituição Federal. Em bom português, o STF deu um enorme foda-se ao estado democrático de direito, blindando, especialmente, os próprios ministros do STF.

Reproduzo a seguir quais são os cargos que a Receita Federal está impedida de investigar:

1) Servidores federais da administração direta, mais os 65 mil maiores rendimentos tributáveis de pessoa jurídica da administração indireta, e todos do Ministério da Fazenda. (aqui entram todos os negócios particulares dessas pessoas)

2) Servidores federais com cargos comissionados em março de 2016 (DAS e equivalentes) compilada pela Corregedoria da Receita Federal. (Por que 2016? Exatamente no governo Temer, quando Gilmar Mendes assumiu o protagonismo do combate à Lava Jato)

3) Agentes públicos (Judiciário, Ministério Público e parlamentares) indicados pelo TCU à Receita em 2016 com indícios de variação patrimonial a descoberto, totalizando 770 ocorrências. (Renan Calheiros, Rodrigo Maia, Fernando Collor, Gleisi Hoffmann, Eduardo Braga, Davi Alcolumbre e demais senadores e deputados federais)

4) Servidores estaduais/distritais e municipais cujos rendimentos de pessoa jurídica tenham sido iguais ou superiores a R$ 150 mil, totalizando aproximadamente 315 mil CPFs. (Entendeu isso? Se você ou eu tivermos uma empresa que faturou estranhos 150 mil ou mais, nós podemos ser investigados, eles não.

O STF blindou todos aqueles que podem ser acusados de corrupção. A Receita Federal do Brasil está proibida de comunicar ou investigar qualquer agente público corrupto, por ordem e graça de Alexandre de Moraes, Gilmar Mendes e Dias Toffoli.

Mas isso não é tudo. Reproduzo a seguir trecho de notícia de O Antagonista:

Gilmar Mendes defendeu apurações sobre a atuação da força-tarefa, pelos conselhos do Ministério Público e da Justiça, baseadas nas mensagens roubadas à Lava Jato. Na chegada ao STF, criticou o relacionamento dos procuradores com Sergio Moro.”

Atento para a última frase “Na chegada ao STF, criticou o relacionamento dos procuradores com Sergio Moro” e ofereço a você a análise desses dois grampos da Polícia Federal feitos com autorização judicial:Gilmar Mendes falando com o ex-governador Silval Barbosa que acabava de sair da cadeia e promete interceder junto a Dias Toffoli.

Aqui Gilmar Mendes fala com Aécio Neves e promete tentar interferir no voto do senador Flexa Ribeiro.

Que moral tem Gilmar Mendes para contestar qualquer coisa que qualquer pessoa? Ele foi flagrado conversando com gente que estava sendo investigada pela Polícia Federal. E eu pergunto: onde foi parar a delação do ex-governador Silval Barbosa? Por que nunca aconteceu nada com Aécio Neves?

A Lava Jato é o maior patrimônio nacional, e a única oportunidade para chegar nos maiores corruptos do Brasil. E sabemos que eles estão no topo da pirâmide.

Gilmar Mendes e sua esposa caíram na malha do COAF. Dias Toffoli e sua esposa idem. Até hoje ninguém explicou a mesada de 100 mil reais que Dias Toffoli recebeu regularmente da mulher. Muito menos os patrocínios do IDP de Gilmar Mendes com a Odebrecht e a JBS ou o fato de que 60% dos professores desse mesmo IDP exercem cargos públicos. Ficou tudo por isso mesmo.

Gilmar Mendes se escandaliza com as mensagens roubadas pelo hacker, mas não se escandaliza com suas conversas com bandidos. Defende que o ministro Sérgio Moro e os procuradores da Lava Jato sejam investigados pelo Conselho Nacional do Ministério Público e Polícia Federal, mas não aceita ser investigado por ninguém. Acusa a Receita Federal, órgão absolutamente técnico, da prática de pistolagem.

O que estamos assistindo é o contra ataque dos corruptos sobre a Lava Jato, liderado pelas mais altas autoridades do judiciário brasileiro.

Além disso, estamos vendo o judiciário legislar e interferir negativamente no governo Bolsonaro com decisões como a de hoje que mantém na FUNAI a demarcação de terras indígenas, que, por decreto, foram transferidas pelo governo para o Ministério da Agricultura.

Mais do que isso, hoje o ministro Luiz Barroso deu 15 dias para que Jair Bolsonaro apresente explicações sobre as declarações sobre o pai do presidente da OAB.

Tem mais. Alexandre de Moraes prorrogou por mais 180 dias o inquérito que investiga os supostos ataques ao STF, o tal inquérito inconstitucional que investiga cidadãos comuns pelo crime de opinião, através do qual eu, um cisco de insignificância na república, posso ser arguido ou incriminado, e até preso, por expressar minhas opiniões em redes sociais ou aqui nesse blog.

Caro amigo, cara amiga, usando uma expressão bem mineira, estamos na tábua da beirada. Estamos sendo sufocados por uma justiça corrupta, que abre mão da Constituição Federal para proteger corruptos e garantir a manutenção eterna da impunidade.

O império da corrupção está contra atacando e o povo continua inerte.

Há tempos expresso que não há caminho dentro das leis ou do diálogo para desatar o nó da nossa república. Não há instrumentos constitucionais para reparar os danos causados por tantas décadas de corrupção institucionalizada. Ela não começou com Lula, começou com Sarney. Lula ampliou a limites nunca antes vistos nesse país, mas quem já roubava antes continuou roubando.

O depoimento de Emílio Odebrecht não deixa dúvidas sobre isso:

O que faremos com esse país? O que faremos para nos proteger de quem devia estar fazendo isso, mas, ao contrário, nos acua?

Onde estão os rebeldes da aliança dispostos a enfrentar esse império do mal? Esse enredo não tem prometido final feliz.

Você pode gostar de ler também:

HS Naddeo

Brasileiro escrivinhador de ofício, palpiteiro, cheio de opinião, jornalista, publicitário, administrador, marketeiro, anti-petista, anti-corrupção e anti-burrice.