0

E PALOCCI COLOCOU LULA LÁ…

…NO CAMINHO SEM VOLTA DE CURITIBA.

O retirante nordestino apedeuta de nove dedos que não tinha coragem de roubar maçã argentina na feira para não envergonhar a mãe – não fosse isso provavelmente teria roubado – poderia ter marcado sua passagem pela presidência da república deixando um legado de desenvolvimento e distribuição de renda jamais visto antes nesse país.

Lula, no alto dos seus mais de 80% de popularidade, surfando na supervalorização das commodites, com o pré-sal na mão, sendo chamado de “O Cara” pelo presidente Barack Obama, poderia ter transformado o Brasil, porque o Brasil caminhava ao lado dele. Só que ele não caminhava ao lado do Brasil.

O depoimento de hoje de Antônio Palocci ao juiz Sérgio Moro foi a tampa do caixão que vai enterrar Lula ainda vivo, porque ele se recusa a entender que está morto, mesmo depois de todos os micos que pagou na sua fracassada caravana pelo nordeste.

Ontem, Rodrigo Janot já tinha jogado uma imensa pá de cal sobre o “walking dead” Lula. Hoje Palocci fechou a tampa do caixão, até mesmo auxiliado involuntariamente (ou por incompetência mesmo) pelo advogado engomadinho de Lula que de tanto insistir na resposta de uma mesma pergunta ouviu do depoente em alto e bom som “sim, eu tratava de propinas com o Lula, e o Emílio Odebrecht também tratou”. Podia ter ido dormir sem essa. Palocci falou, inclusive, de tratativas para tentar obstruir a Lava Jato.

E quando pensávamos que o dia já tinha sido ótimo para quem quer Lula atrás da grades, o “sainte” Rodrigo Janot (que deve ter feito redução de estômago ou está doente de alguma coisa de tanto que emagreceu, devem ser os nervos) emplaca mais uma denúncia no STF contra Lula e Dilma, agora por obstrução de justiça.

O compadre de Lula, Roberto Teixeira, que também iria depor hoje, logo após Antônio Palocci, sabendo que este tinha resolvido responder todas as perguntas do juiz Sério Moro, internou-se num hospital para não ir à audiência. E não foi.

Resta saber agora se a alma mais honesta desse país, que não roubava maçã mas depois que a mãe morreu passou a roubar milhões, terá coragem de novamente sentar-se diante de Sérgio Moro e continuar a mentir com a mesma cara lavada.

Treze de setembro tem Lula lá, em Curitiba, de onde esperamos não saia mais.

HS Naddeo

Brasileiro escrivinhador de ofício, palpiteiro, cheio de opinião, jornalista, publicitário, administrador, marketeiro, anti-petista, anti-corrupção e anti-burrice.