0

Caminhoneiros, força! O Brasil é nossa boleia.

Aos caminhoneiros do Brasil - O Brasil é nossa boleiaCaríssimos caminhoneiros e caminhoneiras, e famílias de caminhoneiros.

Vocês toparam a pagar um preço alto por uma atitude valiosa. O governo não contava com esse tipo de enfrentamento. Nem nós, povo que assiste atônito aos acontecimentos, mas, curiosamente, apoiando vocês. Obviamente não é uma unanimidade, mas uma imensa parcela de apoio que vê, finalmente, uma parte da sociedade civil fazendo o que a maioria não tem coragem de fazer.

Vocês não encostaram apenas seus caminhões, encostaram a sociedade e o governo na parede, numa oportunidade única de mostrar quem é quem. O desabastecimento natural proveniente dessa greve está afetando táxis, ubers, veículos de passeio, ônibus, e como consequência obrigando que dezenas ou centenas de milhares de negócios se vejam obrigados a parar também.

O governo, de verdade, está se lixando para o desabastecimento da população. O que preocupa o Palácio do Planalto, o Congresso Nacional e a Petrobrás é desabastecimento dos seus caixas. O prejuízo à economia do país é gigantesco para todo mundo, mas ninguém sofre mais com isso do que os governos federal, estaduais e municipais. Simplesmente não entre grana no caixa.

Prezados caminhoneiros, além das justas reivindicações da categoria, vocês viraram símbolos das reivindicações de um povo que há muito anseia um instrumento de enfrentamento aos corruptos que se revezam na roubalheira sentados em cadeiras de cargos eletivos, levados para elas por uma imensa massa de pessoas mal instruídas e que talvez só consigam entender os acontecimentos quando lhes falta papel higiênico para limpar o traseiro. Foi assim na Venezuela. Quando o povo teve que “pôr a mão na merda”, literalmente, entendeu no que tinha se enfiado apoiando caricaturas de ditadores.

A falta de papel higiênico na Venezuela foi um alerta para o que poderia acontecer aqui no Brasil caso a esquerda continuasse no poder, e o que pode acontecer se eles voltarem ao poder. Vocês estão nos dando a chance de sentir, mesmo que temporariamente, o que é viver num país desabastecido das coisas mais básicas na vida de qualquer cidadão, mesmo que nem saiba o que significa ser um cidadão.

Não faltarão críticos, e com várias justificativas diferentes. Mas sobram apoiadores, gente que está cansada de ouvir mentiras, de ver seu dinheiro surrupiado sem dó através de impostos altos, injustos, aplicados em cascata, que fazem o preço da gasolina, por exemplo, mais do que dobrar no caminho entre a refinaria e a bomba. Nós estamos cansados, caros caminhoneiros.

Muitos pedem por uma intervenção militar, até mesmo entro vocês, mas vejam, vocês têm muito mais poder do que eles, sem precisar de sequer um tanque de guerra nas ruas. Militares teriam que tomar o poder a força. Vocês, caminhoneiros, tem a força para derrubar legitimamente, um poder exercido de maneira ilegítima, sem necessitar de uma gota de sangue, sem ter que no futuro responder a uma mentirosa comissão da verdade para tentar recontar a história.

Digo sempre em comentários nas redes sociais, Twitter em especial, que o silêncio é mais poderoso do que dezenas de manifestações equivocadas nas quais se quer tudo, mas não se consegue consenso ou objetividade, pela mera falta de uma liderança legítima e espontânea, da maneira como vocês estão fazendo.

Vocês, caros caminhoneiros, talvez até sem saber o tamanho real do alcance, se tornaram agentes de um caos que se desenhava até com outros contornos, mas que era necessário chegar num momento ou outro, e que não percamos a oportunidade de usufruir dos benefícios que ele promove.

Torço para que todos os caminhoneiros do Brasil tenham noção dos acontecimentos. Essa é a única maneira de não se permitirem ser usados como massa de manobra por partidos ou movimentos. Aliás, parabéns por terem expulsado membros do sindicato dos metalúrgicos que tentaram pegar carona no sucesso da manifestação levando meia dúzia de quentinhas.

Dificilmente ele seria bem-sucedido se não tivesse o aval de quem contrata o trabalho dos caminhoneiros. Cargas estão sendo perdidas e isso não está acontecendo sem que o sistema apoie. O que importa é o resultado final.

Peço aos caminhoneiros que não esmoreçam, e que tenham em mente a importância que o movimento de vocês todos está tendo em toda a sociedade civil, mostrando que em uma democracia não precisamos de militares para derrubar corruptos e enfrentar bandidos escondidos atrás de mandatos e togas.

Somos um povo capaz, e que bem representado, como estamos sendo por vocês nesse momento, pode e deve continuar a ter esperança de que mudanças são possíveis, desde que estejamos juntos no mesmo propósito.

Essa semana, somos todos caminhoneiros, afinal, o Brasil é a nossa boleia.

Você pode gostar de ler também

SÓ O CAOS SALVA O BRASIL. SÓ PRECISAMOS APROFUNDÁ-LO.

 

HS Naddeo

Brasileiro escrivinhador de ofício, palpiteiro, cheio de opinião, jornalista, publicitário, administrador, marketeiro, anti-petista, anti-corrupção e anti-burrice.