0

Se eu fosse Aécio Neves me candidatava de novo à presidência em 2018

Se eu fosse Aécio Neves me candidatava de novo à presidência em 2018

O que Aécio Neves tem a perder diante de um povo que aceita qualquer coisa?

Fernando Pimentel quer sair candidato à reeleição, Dilma quer se candidatar ao Senado, Lula já é candidato à presidência e o será até se estiver morto. Por que Aécio Neves não vai no embalo e faz o mesmo?

Já está comprovado e atestado pelo STF – Supremo Tribunal Federal, que político no Brasil pode tudo. Não há lei que os alcance, exceto as que eles mesmos criam para se proteger e sufocar os adversários. Não há dentro de todo o espectro político, que envolve o legislativo, executivo e judiciário, uma voz que tenha força para se sobrepor positivamente aos fatos.

Nomes como Ronaldo Caiado e Álvaro Dias, cujas fichas, até então, se mostram inatacáveis, não conseguem produzir mais que ruídos. Aliás não há no senado que consiga fazer barulho. José Medeiros e Ana Amélia até tentam, mas são rapidamente abafados pelos fatos.

Da Câmara dos Deputados o nome que tem envergadura é o de Jair Bolsonaro, mas que tem um lado bastante rejeitável pela opinião pública. É a opção de plantão mais frequentada na cabeça dos brasileiros, mas só irá para frente se ganhar bastante corpo daqui até meados de 2018.

Então ficamos nos absurdos como Marina Silva e Ciro Gomes, nos inacreditáveis como Roberto Justus e Luciano Huck, nos improváveis como João Doria e Geraldo Alckmin. Não há novidades no cenário.

Aliás, Aécio Neves deveria mesmo é liderar uma conspiração que derrubasse Michel Temer e ser eleito indiretamente pelo Congresso Nacional, e com o aval do Supremo Tribunal Federal, por que não? Os dois poderes já se mostraram rendidos ao neto de Tancredo. O próprio presidente da república bancou 200 milhões em emendas para que os senadores liberassem seu aliado.

Não é apenas Lula, O Decrépito, que está acima da lei. Aécio Neves também está, e com eles todos os senadores, deputados federais, deputados estaduais e vereadores. Não há lei capaz de arranhar-lhes a máscara.

Aécio Neves não tem nada a perder. Essa deverá ser uma eleição decidida pela taxa de rejeição, e nesse caso, menos vale mais.

E não se preocupe com o povo. Os brasileiros saberão suportar mais esse desaforo, cada vez mais privilegiado. Ouso inclusive propor um slogan para a campanha: Aécio Neves 2018!  O Supremo líder voltou!

Leia também

STF A e STF B. Inaugurada a Envergonhadoria Geral da República.

Com esse Senado e sem nada é a mesma coisa. Esperar o que?

HS Naddeo

Brasileiro escrivinhador de ofício, palpiteiro, cheio de opinião, jornalista, publicitário, administrador, marketeiro, anti-petista, anti-corrupção e anti-burrice.