0

AÉCIO, ALCKMIN E O PROGRAMA FICCIONAL DO PSDB

É incrível que dinheiro público, através do Fundo Partidário, continue a financiar propagandas de 10 minutos em rede nacional de televisão, para que versões e narrativas esdrúxulas sejam veiculadas goela abaixo dos brasileiros.

A gravação de um eventual grupo de debates opinando sobre política e políticos apenas repetiu os bordões que estão na boca de todos os brasileiros lúcidos, e nem seria preciso fazer isso para saber, bastaria ter coragem de andar na rua.

Sua insatisfação pode gerar resultados. Crie um Blog agora mesmo!
Quero mais informações, ou para começar agora, clique aqui.

Dos 10 minutos do programa, 5 minutos e 47 segundos são destinados ao tal debate e narrativas.

De restante, a ministra Luislinda Valois ganhou o destaque de 1 minuto e 56 segundos (afinal ela deve ser a única tucana que não está enrolada na Lava Jato), FHC ganhou 50 segundos, Aécio Neves ficou com 35 segundos, o prefeito Ricardo Tripoli 22 segundos, o senador Paulo Bauer 13 preciosos segundos e, vejam, o governador do maior estado do país escondeu-se numa declaração de meros 10 segundos. E nada de João Dória, prefeito da maior cidade do país.

O ponto é: onde falam mudança, leia-se vergonha, porque são uns grandes sem vergonhas.

HS Naddeo

Brasileiro escrivinhador de ofício, palpiteiro, cheio de opinião, jornalista, publicitário, administrador, marketeiro, anti-petista, anti-corrupção e anti-burrice.