0

A SEMANA QUE SABOTOU O BRASIL

O leitor pode não acompanhar atentamente as notícias, ou receber várias versões do mesmo fato. E como nosso negócio é fato, vamos aos pontos.

  •  O presidente Temer, denunciado pelos irmãos JBS, está desesperado. E para isso já se mostrou disposto a tudo: atacar delatores, atacar o MPF, atacar o ministro Edson Fachin e se acertar com quem quer que seja para se manter no cargo.
  • Com mais de 200 deputados e senadores delatados, o congresso segue o mesmo desespero de Temer, e para isso quer melar a constituição e convocar diretas já.
  • No STF a coisa não é diferente. Amigo de Temer e Aécio, além de muitos outros implicados em delações, o ministro Gilmar Mendes encabeça a tropa de choque contra a Lava Jato, contra o MPF e contra seus próprios pares.
  • Dentro do pacote de bondades de Gilmar Mendes estão a revisão da jurisprudência que permite prisão após condenação em segunda instância, revisão de acordos de delação premiada e garantia de foro privilegiado permanente a todos os ex-presidente.
  • Como dificilmente a ideia de diretas já vai prevalecer, caso Temer seja cassado ou renuncie, já se articula no congresso, com o apoio de setores do STF uma eleição indireta tendo Nelson Jobim ou o próprio Gilmar Mendes como presidente.
  • Na hipótese desse acordo das indiretas prevalecer, caberá ao novo presidente interino dar indulto a todos os ex-presidentes, livrando Lula, Dilma e Temer da cadeia. E não para por aí.
  • A Força tarefa da Lava Jato vem sofrendo ostensivos cortes de orçamento e de pessoal, sendo forçada a reduzir o ritmo das operações e análise dos processos.
  • A manifestação ocorrida em Brasília foi um ato de extrema esquerda com o propósito de defender o imposto sindical, acima do Fora Temer.
  • A mão do manifestante não foi dilacerada por uma bomba da polícia, mas pelo rojão que o próprio manifestante se preparava para jogar na polícia.
  • Durante a manifestação os ministérios da agricultura e cultura foram incendiados. Curiosamente dois locais onde são arquivos importantes documentos para operações da justiça, como a carne fraca, a Lei Roaunet.
  • ACREDITE, SE QUISER!

HS Naddeo

Brasileiro escrivinhador de ofício, palpiteiro, cheio de opinião, jornalista, publicitário, administrador, marketeiro, anti-petista, anti-corrupção e anti-burrice.