0

MICHEL TEMER AUMENTA IMPOSTO SOBRE COMBUSTÍVEL

ELE BEM QUE TENTOU TAPAR O BURACO SÓ COM A LÍNGUA, MAS NÃO TEVE JEITO

Os defensores do “Fica Temer” até agora se regozijam em cima de qualquer um que se oponha à sua permanência, alegando que ele promoveu reformas importantes e estruturais para o país, no que eles têm razão. Mas, reformar o país é mais do que isso.

Não é fácil tirar o Brasil do fundo do buraco onde Dilma, Lula e o PT o enfiaram em 13 anos e meio.

Não se cria milhões de empregos do nada, muito menos quando a classe política responsável por isso, incluindo Michel Temer, não goza do mínimo de credibilidade e confiança de investidores. Não há como dissociar o nome do presidente dos escândalos que o envolvem, juntamente com seus principais assessores e aliados.

Mais uma vez, a indignação do povo brasileiro está sendo colocada à prova. Aumento de combustível implica em aumento de praticamente tudo, até do custo para se extrair e produzir esse mesmo combustível. E impacta na vida do mais simples dos brasileiros.

Pior é que ao aumentar impostos sobre combustível não se pretende regular a economia, mas apenas tapar o buraco do orçamento de 2017, o que se viu, não se faz apenas com discursos e reformas que surtirão efeito de longo prazo. Mais uma vez, benditas reformas que o PT não realizou em 13 anos e meio. Mas que não resolvem o imediato.

Para equilibrar o orçamento de 2018 serão necessários outros aumentos de impostos. E o brasileiro que aguente, ou se indigne. Tudo em nome de uma estabilidade que só estabiliza, mesmo, a vida desse bando de corruptos que se recusa a “largar o osso” e ainda acredita na leniência e incapacidade de mobilização do povo brasileiro.

Vejamos até quando os defensores do “Fica Temer” se manterão nessa lua de mel com seu presidente, pagando cada dia mais caro por aquilo que continua e continuará sem receber.

Ele pode usar a língua para convencer o povo o quanto quiser. Mas não vai eliminar o buraco sem que os brasileiros paguem a conta.

 

HS Naddeo

Brasileiro escrivinhador de ofício, palpiteiro, cheio de opinião, jornalista, publicitário, administrador, marketeiro, anti-petista, anti-corrupção e anti-burrice.