0

Sou brasileiro, faço parte do povo mais trouxa e acomodado do planeta

Como todo brasileiro, faço parte do povo mais trouxa e acomodado do planetaE eu me incluo mesmo nessa lista, mesmo que muitos digam que o brasileiro não é assim, ou, em primeira pessoa, “eu não sou assim”. Mas o povo brasileiro é trouxa e acomodado, as vezes as duas coisas juntas.

Não se faz revolução com um povo trouxa e acomodado. O trouxa acredita em tudo e em todos. Para o acomodado, tanto faz. Hoje mesmo em resposta a uma postagem no meu Twitter um cidadão disse: “Né por nada não, mas alguém ainda acredita mesmo que Lula será preso?!? Eu já desencanei…”. E muitas são as postagens e os comentários nas redes sociais que tratam da questão da mesma forma, como se “desencanar” o tornasse imune do assunto e das consequências advindas dele.

Só desencanam os trouxas, ou os acomodados.

A sessão de ontem do STF, dia 22 de março de 2018, foi um marco na história do tribunal. Ontem, claramente, e de cara limpa, ministros como Dias Tóffoli, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Marco Aurélio de Mello deixaram claro que não agem como os magistrados que deveriam ser, mas como lacaios do poder, a serviço das oligarquias, quadrilhas, facções e bandidos que combatem a impunidade, dentro e fora do poder. Uma encenação.

É inquestionável a responsabilidade do povo brasileiro (me mantenho incluso na lista)  nos acontecimentos, tenha sido pelo voto, seja pela ignorância ou conveniência, mas, sobretudo, pelo comodismo, incapaz de se envolver com as questões nacionais, tratando-as como um assunto que não faz parte do seu cotidiano e não impacta a sua vida. Um povo que não aprendeu a se informar, mas aprendeu, com louvor, a se conformar.

Só não se envolvem ou trouxas, porque são envolvidos, ou os acomodados, porque não querem se envolver.

Ser brasileiro não é ter uma semana de carnaval todo ano. Não é ter 20 feriados ao ano. Não é tomar a cerveja mais gelada do planeta, nem torcer para a única seleção de futebol 5 vezes campeã do mundo.

Ser brasileiro é ter nascido nesse país gigante, com contrastes sociais que enchem os olhos de qualquer antropólogo ou sociólogo, porque somos um verdadeiro laboratório. Resistimos aos 60 mil homicídios por ano; às mortes causadas por problemas de saúde que se iniciam no esgoto que corre a céu aberto e desaguam nos hospitais de portas fechadas; às escolas que deixaram de ensinar matemática, português, geografia, história e ciências como deviam (para ficar nas disciplinas básicas) e passaram a lecionar matérias como ideologia de gênero e/ou como colocar camisinha com a boca no pênis do parceiro; à falta de infraestrutura viária que encarece o alimento na mesa do trabalhador, além de matá-lo por falta de duplicações e reparos necessários.

Resistimos porque somos trouxas, ou acomodados.

Ontem, vimos a mais alta corte de justiça da nossa república privilegiar um ex-presidente que deveria ter sido tratado como é tratado qualquer brasileiro. Ele não é mais brasileiro do que nenhum de nós. Ele não é melhor do que nenhum de nós. Ele é um condenado em segunda instância por crime de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, e ainda responde a mais seis processos que incluem tráfico de influência, obstrução de justiça e participação em organização criminosa.

O sistema carcerário brasileiro tem mais de 220 presos sem que um julgamento tenha sido feito. Pessoas que foram presas por crimes que as fazem merecedoras da punição, mas gente que nem presa deveria ter sido. Mas todos sem os recursos financeiros milionários que permitem pagar advogados que defendem causas e fazem milagres, porque nenhum deles é Lula, nenhum deles indicou ministros para os tribunais superiores, nenhum deles mantém presos os rabos desses ministros.

Lula não está acima da lei, porque ele ignora a lei, e porque quem cuida de defender a lei o ignora.

Lula não está solto apenas porque o STF assim o quis. Mas pelo simples motivo de que somos um povo trouxa e acomodado, absolutamente incapaz de reagir a 33 anos de roubalheira e desmandos após a redemocratização do país, antes de maneira camuflada, agora com exibição ao vivo pela TV Justiça.

Não sei como escaparemos disso, já não sei se escaparemos, talvez por ser trouxa, ou acomodado como todo brasileiro.

Lula agora está nas mãos do STF, onde tudo pode acontecer.

HS Naddeo

Brasileiro escrivinhador de ofício, palpiteiro, cheio de opinião, jornalista, publicitário, administrador, marketeiro, anti-petista, anti-corrupção e anti-burrice.